16 de novembro de 2010

desabafos.

é incrível como contínuo a escrever príncipe com um e em vez do segundo i , mesmo depois de me teres chamado tantas vezes à atenção que não é assim que se escreve , eu insistia sempre em escrever 'príncepe' , e continuo. deve ser por já não me dizeres mais que não se escreve assim que eu sinto a necessidade de o continuar a fazer para te sentir , para sentir as tuas palavras . nessa altura podia dizer que era feliz , que estava tudo muito bem . e agora ? agora tu já não queres saber, tu já não te importas , está tudo mal , tudo . ainda hoje , passei por ti , e agiste como se eu não existisse , que não me conhecias , não te entendo , juro que não . acho que vou explodir, que vou rebentar . um dia ainda vais ouvir algumas verdades , por enquanto ainda não consigo , o meu coração ainda não recuperou , ainda é tudo muito recente , e mesmo assim , continuas a estar muito presente no meu pensamento . gostava tanto de puder clicar em 'delete' e tudo desaparecer da minha memória , mas isso não é possível , sou um ser-humano , não sou nenhuma máquina , secalhar tu é que não te apercebeste disso .

3 comentários:

  1. óh obrigada patrícia (:
    q lindo. relamente n somos nenhumas máquinas, por acaso até gostaria de ser .

    ResponderEliminar
  2. adorei este blog, vou seguir

    ResponderEliminar