15 de fevereiro de 2012

ouviste-me

Obrigada, ouviste o que te pedi. Hoje já te senti um bocadinho menos que ontem e mais que amanhã. Espero que continue assim, até saíres completamente de mim. Já não era sem tempo! Tantos meses que passaram e continuavas tão presente? Era uma massacre diário e olha que eu não gosto nada disso.
Ah, já nem me lembrava. Ainda bem que me magoaste, assim acredita que consegues ir embora mais rápido. 
Até nunca meu amor, espero eu...

3 comentários:

  1. ñ tens que agradecer. o teu blog está simplesmente LINDO!

    ResponderEliminar
  2. Esperas o adeus.
    Enquanto eu,
    almejo a 'volta'.

    Paz!

    ResponderEliminar